Código de barras


tome o tempo
cansei de pará-lo
se não souber usar
pergunte pro vento

agora eu vendo vidas
entrego em domicílio
divido em duas vezes
e ainda pago bebida

no próximo mês
chego do Além
levando asas
pra quem
não tem.



*o texto tem o formato de uma asa.

6 glosas.:

Luuh disse...

'*o texto tem o formato de uma asa.'
prefiro pensar que é um coração,
e bah, escreve muito x]~
:*

Luuh disse...

*metade de um coração! xD

dani.ella disse...

traz uma asa de lá pra mim
tô precisando aqui
mas não quero só metade dela não
pq se não eu voo torto

e torto eu não quero voar não
=)

binhobrill disse...

Pague essa bebida, e faremos a filosofia voar, sublime, na mente, até ela perceber que quem manda mesmo é o coração.

Papo de bebum esse, né? Mas todo bêbado, em seu ápice, adquire uma sensibilidade não experimentada na sobriedade!

Nossa! Acho que eu tô fazendo apologia!
Parei!
rsss
Tudo bem, a gente só voa mesmo. Afinal, é um direito nosso... prevejo que sim.

[P] disse...

Jura que achou que alguma coisa no meu texto foi pra você? Pois não foi, não. Acertou quando escreveu que a coisa é "meio íntima" e ela envolve uma pessoa que conheço há mais de 1 ano e uma mulher que, no texto em questão, é a pessoa que não foi convidada a ler meu blog e que, por intermédio de outro alguém, acabou chegando no meu blog.

Você, William, faz [ou fazia, nem sei, já que foi logo se despedindo] parte do grupo para o qual eu liberaria o blog pra leitura, caso assim quisesse.

Desculpe o mal-entendido. Realmente não foi nada direcionado a ti.

De qualquer forma, suas visitas sempre me agradaram. E continue escrevendo bem, do jeito que faz, viu?

=***

ps: acho melhor perguntar: devo liberar teu comentário lá?

Luciana Andrade disse...

quem dera alguém me entregasse o tempo...