Vi Vendo


Cá sentado vejo tanta coisa:
É moça do vestido estampado,
É menino do relo* perdido
E o prego no solado gasto.

Cá andando eu vejo muito mais:
Eu vejo o que eu via sentado,
Vejo escondido e inválido
O ânimo do aposentado.

Agora eu deito e durmo
Pra não ver a vida passar
Sem que eu veja
Outro mundo.

*Relo: ...uma pipa enrosca uma na outra. Como a linha geralmente tem cerol, a linha mais fraca se corta e a pipa vai embora. O relo é na verdade essa disputa de ver qual pipa vai ou fica. No poema, o "relo perdido" cita que a pipa dele foi embora.

10 glosas.:

Juliana disse...

Uau, muito bom.
A poesia acabou saindo hein?
E foi bonito.
=]

Bárbata disse...

Simples e bonito!
Saudade meu arraso

Bárbara disse...

Até meu nome errei...rs

Marie Pétit Poile disse...

moçooo eu não sabia que vc escrevia tão bem!! o.o
poxa,admiro quem sabe escrever com o coração,com criatividade...queria tanto ser assim!rs...

bjuss will =*

Mariana

Wireless disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Wireless, I hope you enjoy. The address is http://wireless-brasil.blogspot.com. A hug.

Meia Lua disse...

Mas que jeitinho mais suave e lindo de escrever!Amei sua forma de redigir sentimentos!!!
Beijinhos Wi!!!!

baleia assasina disse...

A melhor coisa que lê nas últimas semanas, muito bom. Um prazer comparavel a uma garrafa de H2O em um dia de muti calor.

Martins disse...

A melhor coisa que lê nas últimas semanas, muito bom. Um prazer comparavel a uma garrafa de H2O em um dia de muti calor.

Besteira a 4 disse...

vi vendo

vi morrendo


vi e gostei


Juka

"rEk" disse...

Lol

mt brabo o poema!

amei cara!

xD

qndo der aparece e me faz uma visita!

xD

http://www.blogmastermind.com/affiliates/index.php?af=822565

http://www.terraescrota.blogspot.com/