Tela

quero uma fronha de carbono
que decalque aquele sonho
com a mesma precisão

pode ser em preto-e-branco
uma estampa se criando
meu souvenir de ilusão

definida arte contemporânea
mesmo que talvez visonha
não mereça uma exposição

pelo menos me compreenda
como poeta peço licença
para mudar de expressão.

1 glosas.:

Juliana disse...

O layout novo tá lindo, fio.