Aqui em si

como um animal absorto em sua fome comunal
tenciono suas áreas despidas de qualquer contato alheio
e sinto o ímpeto da curiosidade pulsar entre minhas partes íntimas
ínfimas são todas as ideias que brotam em mim à medida que te desnuo
e peço que se não forem realmente como as quero, que as mantêm recônditas em si.
então.

5 glosas.:

Fabiano Che disse...

Uhh, resquícios do festival?

Giuliano Marley disse...

Lendo de relance, vejo um casal de namorados perdendo a virgindade (ou somente ela… je nes sais), sendo que ele está para explodir, como numa erupção.


Se assim sendo, aplaudo.

william disse...

Segundo o autor não é isso não.
[Segundo o autor]

AndLogo disse...

Sinto essa curiosidade por todas ...
como um animal!rssss

dani.ella disse...

lascivo!